top of page
  • Foto do escritorAlvoCom Tecnologia e Comunicações

Saúde de Cotia recebe selo estadual que reconhece "Boas Práticas em HIV/AIDS"

Foto: Divulgação


Por meio do Programa de Qualificação Boas Práticas em HIV/AIDS, o Governo do Estado analisa e reconhece as ações de destaque realizadas por gestores de saúde visando a promoção da saúde e a prevenção do HIV e de outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). Cotia, por meio da Secretaria de Saúde, recebeu o Selo Prata de Boas Práticas em HIV/AIDS. A premiação foi entregue durante o Fórum Estadual de Dirigentes 2024, que aconteceu nessa quarta-feira (26/06/24).

 

Os colaboradores da Secretaria de Saúde, Nélio Girardo, coordenador do Programa Municipal IST/AIDS e SAE/CTA, e Pedro Henrique Jardim, psicólogo do SAE/CTA, representaram o município durante a cerimônia de premiação. O Programa de Qualificação Boas Práticas em HIV/AIDS destaca o compromisso da rede de saúde local em promover a saúde e prevenir o HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST). Um dos pontos altos desse reconhecimento foi a implantação bem-sucedida da PrEP (Profilaxia Pré-Exposição ao HIV), que trouxe excelentes resultados em iniciativas locais.

 

"Esta conquista não seria possível sem o comprometimento diário dos profissionais envolvidos e, principalmente, sem o impacto positivo direto sobre os usuários dos serviços de saúde de Cotia, que são os maiores beneficiários dessas práticas exemplares" disse Nélio Girado. De acordo com ele, a premiação reforça o compromisso contínuo de Cotia na luta contra o HIV/AIDS e seu empenho em oferecer serviços de saúde de qualidade à comunidade.

 

A PrEP está disponível gratuitamente no SAE/CTA de Cotia, que fica na avenida Prof. Manoel José Pedroso, 843, Vila São Francisco, e representa um avanço significativo na prevenção ao HIV na região. "A conquista do Selo Prata também é um reflexo do apoio fundamental da Secretaria de Saúde, representada pelo Secretário Magno Sauter e pelo Secretário Adjunto André Vasques, além do apoio da Vigilância Epidemiológica, da Atenção Primária à Saúde, do SAE/CTA e demais parceiros", finalizou Nélio.

 

0 visualização0 comentário

Comentarios


bottom of page